Roteiro de 1 dia na Praça Mauá

Desde a inauguração do Museu do Amanhã, a Praça Mauá virou uma boa opção de passeio no Rio de Janeiro. A Praça Mauá fica no Centro do Rio de Janeiro. Para quem não é da cidade, basta pegar o metrô e descer na estação Uruguaiana, atravessar a Av. Presidente Vargas e entrar na Av. Rio Branco no sentido decrescente (até o número 1).
 
Museu do Amanhã



 



Há alguns anos atrás tinha feito um roteiro parecido, assim que inaugurou o MAR (Museu de Arte do Rio de Janeiro). Visitei o MAR, o Mosteiro de São Bento e o Morro da Conceição. O Morro da Conceição é imperdível, parece Santa Teresa, mas ainda é pouco explorado. Casas coloridas, grafites, etc. Estava com uma amiga, de carro, portanto, não sei se é uma boa opção para quem vai caminhar, já que a subida é íngreme e, na época, vi muitos moradores de rua no caminho.
 
Morro da Conceição
Morro da Conceição
 

Pedra do Sal

Na semana seguinte à Inauguração do Museu do Amanhã, em dezembro de 2015, aproveitei uma folga numa terça-feira e levei minha mãe e sobrinha para fazer um roteiro no Centro. Tanto o MAR quanto o Museu do Amanhã são gratuitos nas terças (idosos e estudantes da rede pública não pagam ingresso todos os dias), portanto, em razão do frisson da inauguração, a fila estava quilométrica, mas aproveitei a fila preferencial, pois idosos e crianças entram com um acompanhante.

O Museu do Amanhã, obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, é de tirar o fôlego. Conheço dezenas de museus ao redor do mundo e fiquei feliz de ter uma obra arrebatadora tão próxima. Na entrada recebemos um cartão que possibilita a interação com diversas instalações. Verifiquei que tinha wi-fi grátis e o ar-condicionado era maravilhoso naquele dia tão quente. O primeiro espanto é o globo terrestre colorido no meio da imensidão branca. Uma fila se formou e todos caminham para o segundo pavimento. 




São várias instalações e todas estavam cheias. Precisava bastante paciência para conseguir ver e interagir. Entramos em todos os ambientes. Tinha uma grande sala com demonstrações da fauna e flora do Brasil, uma sala escura com espelhos com fotografias das diferentes culturas em todo o mundo. O fundo do museu emociona. Com uma parede de vidro que permite visualizar não apenas a Baía de Guanabara, mas também uma piscina do próprio museu com uma escultura (Puffed Star II) em formato de estrela do renomado artista Frank Stella.

Saindo dali, seguimos para o MAR, que fica a poucos passos. Caminhamos pelas exposições, mas achei o acervo aquém do que tinha visto da última vez. O museu é lindo, também tem uma arquitetura impressionante. O que mais agradou minha mãe e sobrinha foi a mostra de Arte Sacra. Depois subimos no outro prédio para ter uma vista panorâmica da região do porto do Rio.
 
MAR
MAR



Esbaforidas e famintas, observamos que não tinha um restaurante agradável nas redondezas e acabamos entrando no McDonald´s por causa da minha sobrinha.

Depois seguimos para o Mosteiro de São Bento, que fica bem próximo, no Morro de São Bento, nas dependências do Colégio São Bento. A melhor opção é subir de carro, mas estávamos a pé e minha mãe reclamou um pouco. A igreja é deslumbrante e foi fundada por monges beneditinos em 1590!



O interior da igreja é todo dourado e suntuoso. É impossível não ficar arrebatado pela beleza do lugar. Foi construída no estilo Barroco e Rococó, embora o exterior não acompanhe o mesmo estilo. Ainda quero visitar a igreja para fruir a missa dominical (10 h), que é celebrada com órgãos e canto gregoriano.


Share:

0 comentários:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores