Conhecendo a Blue Lagoon em Comino

Além de Malta, existem outras duas ilhas habitadas, Comino e Gozo, que pertencem ao mesmo arquipélago. A ilha de Comino fica localizada entre as ilhas supracitadas e mede aproximadamente 2 km. Sua única atração é a estonteante "Blue Lagoon" ou lagoa azul.



Share:

O primeiro dia em Malta

Elaboro um roteiro completo e checo se todos os transportes estão disponíveis, além do preço do deslocamento. Realizo a pesquisa de passagem no site skyscanner.com.br, que mostra uma tabela comparativa de preços e horários. Observei que só tinha um voo de Riga para Malta no dia 1/6, não havia no dia anterior ou posterior. Comprei a passagem no site da AirBaltic, companhia letã com sede em Riga, que alimenta os países bálticos. O voo não foi tão barato, custou 130 euros, mas no fim não pesou no orçamento, já que gastei nos trechos Rio-Madri-São Petersburgo-Tallinn-Riga-Malta-Madri-Rio a bagatela de R$2.985,92! Às 18 horas fizemos o check-in e tivemos que esperar por longas horas. Para piorar, o voo teve um atraso considerável. 


Share:

Riga (3ª parte)

Depois de visitarmos cada ponto de Old Town, retornamos ao hotel para verificar a exata localização do bairro de Art Nouveau em Riga. A rua com a maior concentração de prédios é Alberta, que tem construções magníficas. Oito prédios foram reconhecidos como monumentos arquitetônicos. 

Share:

Riga (2ª parte)

A primeira visita que fizemos, no segundo dia em Riga, foi na Casa das cabeças pretas (house of black heads), prédio construído em 1334 na capital da Letônia. É uma construção magnífica e também residência do presidente. A casa foi destruída na Segunda Guerra Mundial, mas reconstruída em 1999.

Share:

Riga, a capital da Letônia

Por volta das 9 horas já estávamos prontos. Tomamos café e chamamos o uber. A corrida deu 5 euros do hotel até a Tallinn Coach Station. Previamente compramos a passagem pra Riga no site da LuxExpress, que custou módicos 10 euros. A previsão de chegada era 14:10. Como já mencionado em outro post, a viagem de ônibus é muito mais confortável que de avião. Poltronas de couro com espaço para as pernas, tela de tv em cada assento, wi-fi, banheiro, máquina de café, água. Inclusive algumas pessoas dão prejuízo: tinha um casal na minha frente que tomou uns 5 cappuccinos cada. Considerando que custam, em média, 5 euros, a passagem saiu de graça... 

A vista da janela do hotel era da torre da St. Peter Church, que foi construída em 1209
Share:

Sala VIP Cibeles no Aeroporto Barajas em Madri

Desde o início de 2015, o cartão Mastercard Black está associado ao programa "Lounge Key", que permite o ingresso em diversas salas VIP pelo mundo (mais de 500 salas). Basta acessar o site e verificar se tem alguma sala no seu terminal de embarque (alguns bancos exigem o pagamento de uma taxa de utilização).


Share:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores