Praga, 2ª parte


No terceiro dia em Praga, tomamos o café da manhã e seguimos em direção à Ponte Carlos (que ficava a 5 minutos do hotel). Após alguns minutos de caminhada, chegamos na rua Nerudova - o nome foi dado em homenagem ao escritor Jan Neruda. O curioso é que o poeta chileno Pablo Neruda utilizava tal pseudônimo em homenagem ao Jan, pois nasceu Neftali Ricardo – sobre a alcunha de Neruda, soube a origem na sua casa de Santiago, La Chascona.




Share:

Praga – 1ª parte


Crio dois ou três roteiros a cada período de férias e espero surgir uma passagem com valor razoável, então faço ajustes, pois tenho interesse pela maioria dos lugares do mundo. E, como disse Susan Sontag, Eu não estive em todos os lugares, mas está na minha lista.”

Comentei com meu amigo Victor sobre o roteiro que incluía Praga (4 dias), Viena (2 dias), Budapeste (2 dias), Lisboa (4 dias) e Sintra (bate e volta), que se interessou imediatamente pela ideia. Compramos a passagem pela TAP por um preço justo, mas longe de ser promocional, R$2.300 (ano passado fui para Espanha com a Iberia por R$1.500). A ida foi para Praga e a volta de Budapeste (o restante do percurso foi realizado de trem), no final, fizemos o stopover gratuito em Lisboa.


Share:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores