Melancholia


 
Melancholia (2011) é o mais recente filme do diretor dinamarquês Lars Von Trier. Embora não tenha assistido toda sua cinematografia, alguns filmes são impactantes e fogem ao padrão, tais como "Dogville" ou "Dançando no escuro".

Não é apenas mais uma película sobre o fim do mundo com hecatombes norte-americanizadas. Fala principalmente sobre um sentimento que nos enfraquece e desorienta: o medo. É a apreensão irracional capaz de aniquilar. O casamento de Justine (Kirsten Dunst) - atriz que recebeu o prêmio em Cannes por sua atuação - e o relacionamento com a irmã Claire é, ao meu ver, apenas um pano de fundo para a demonstração de depressão incontrolável diante de uma notícia sobre a cessação da existência.

A música de Richard Wagner ressoa em nossos ouvidos, com excertos de Tristão de Isolda (linda história sobre o "amor cortês"). Ao final, concluímos que o ser humano, por instinto, quer sobreviver. A melancolia é o estado de desencanto e tristeza. Parafraseando Woody Allen "Não é que eu tenha medo da morte. Eu apenas não quero estar lá quando isso acontecer."


Trailer: 
Share:

0 comentários:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores