Um lugar imperdível na Argentina: Tigre

 Rio Tigre, foto do celular.

 O Tren de la costa faz conexão com a estação de trem Mitre e leva a pessoa pela costa do rio até o município de Tigre. Tomei um táxi e pedi que levasse a Mitre, no entanto, o taxista me deixou na estação Retiro. O trem normal também faz o caminho até Tigre, mas não pela costa, então, com algum receio de entrar no trem, tomei outro táxi até Mitre. Para surpresa, faziam greve de 2 dias. O que fiz? Peguei o trem normal e fiquei feliz porque é melhor que o metrô, com espaço e ventilação. O trem elétrico começou ligar Buenos Aires à cidade  de Tigre em 1916, acentuando o progresso turístico e a popularidade de suas ilhas.

Rio Tigre, foto do celular.

Tigre é a praia deles. Uma cidade bonita cortada pelo “rio tigre”, um dos afluentes do “rio de la plata”. Encontramos uma grande estação pluvial, com barcos que levam até as inúmeras ilhas. As ilhas oferecem camping, muitas casas particulares e alguns hotéis. Para os turistas, catamarãs. Com 30 pesos é realizado um ótimo passeio de 1 hora. Muitas pessoas ficam no centro da cidade, apenas descansando debaixo de árvores e fazendo um piquenique.


Rio Tigre, foto do celular.

Às margens do rio tigre tem o Parque de la costa, e, como adoro uma montanha-russa, tive que visitá-lo. Custa 48 pesos. O parque fecha às 20h, no verão. 






        
Obs.: A visita foi realizada em janeiro de 2009.
Share:

0 comentários:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores